sábado, 16 de junho de 2012

Volvo apresenta na Rio+20 o seu primeiro ônibus híbrido fabricado no Brasil

Primeiras unidades devem rodar em Curitiba no mês de setembro.

Volvo apresentou agora pela manhã, na Rio +20, Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, uma solução tecnológica que beneficia o meio ambiente na área de transporte público.
Trata-se da primeira unidade do ônibus elétrico híbrido produzida no Brasil, movido com dois motores: um a eletricidade e outro a diesel.
Ônibus a hidrogênio da Volvo apresentado na Rio + 20. Redução de alguns tipos de poluentes pode chegar a 90%, segundo a fabricante. Foto: Divulgação Volvo
Ônibus a hidrogênio da Volvo apresentado na Rio + 20. Redução de alguns tipos de poluentes pode chegar a 90%, segundo a fabricante. Foto: Divulgação VolvoA tecnologia é denominada de Híbrida em Paralelo. O motor elétrico funciona quando o ônibus faz as arrancadas e em movimento até 20 quilômetros por hora. São os momentos que os ônibus mais emitem poluição com motores convencionais. Assim, de acordo com a Volvo, a operação da tração elétrica nestas ocasiões minimiza os maiores impactos de emissão de poluentes.
O ônibus usa o princípio da frenagem regenerativa, ou seja, a energia que não é usada quando o veículo é menos exigido e gerada quando é freado, não é desperdiçada. Essa energia é armazenada em bancos de baterias que vão fornecer força ao veículo quando as condições de operação são mais exigentes. Estima-se que entre 30% e 40% do tempo operacional do veículo são usados com o ônibus parado e no caso do Hibridus, segundo a Volvo, neste tempo, não há emissões de poluição.
A redução de poluentes pode ser de até 90%, dependendo do tipo de gás ou material, em comparação com os ônibus diesel de motorização Euro III, da antiga tecnologia. Entre os poluentes reduzidos estão materiais particulados, Óxido de Nitrogênio e Gás Carbônico.

Veículo possui dois motores que usa a tecnologia Híbrida em Paralelo. O motor elétrico opera nas arrancadas e até 20 quilômetros por hora, situações onde os ônibus mais poluem. Depois disso, entra em operação o motor diesel. Sistema também aproveita energia gerada nas frenagens. Foto: Divulgação Volvo
Veículo possui dois motores que usa a tecnologia Híbrida em Paralelo. O motor elétrico opera nas arrancadas e até 20 quilômetros por hora, situações onde os ônibus mais poluem. Depois disso, entra em operação o motor diesel. Sistema também aproveita energia gerada nas frenagens. Foto: Divulgação Volvo
Após o ônibus atingir 20 quilômetros por hora, entra em funcionamento o motor diesel, que também gera energia e já segue as novas normas de redução à emissão de poluição com base no Euro V, que são mais rígidas. Nestes momentos, em velocidades maiores, normalmente os motores a combustam poluem menos. Quando ônibus para nos pontos, congestionamentos ou semáforos, o motor diesel se desliga automaticamente.
A cidade de Curitiba, no Paraná, reconhecida pelos sistemas de BRT (Bus Rapid Transit), deve receber um lote de 60 veículos destes, de acordo com o prefeito Luciano Ducci, que esteve no evento. As primeiras trinta unidades devem começar a circular em setembro e as outras trinta serão colocadas no sistema no ano que vem. Inicialmente vão operar na linha Interbairros I, que liga as vilas aos terminais, sem passar pelo centro, e em outras linhas bairro a bairro
No caso de Curitiba, o motor a combustão vai operar com 100% de Biodiesel, o que deve contribuir para aumentar os níveis de redução de poluentes. Os veículos da capital paranaense são encarroçados pelo modelo Viale BRT, da Marcopolo. Segundo a Volvo, pelo fato de o veículo não operar o tempo todo com o motor diesel, a economia de combustível pode chegar a 35%.
As primeiras unidades dos ônibus híbrido da Volvo devem circular na cidade de Curitiba, no Paraná, na Linhas Interbairros I e em serviços bairro a bairro. Os trinta primeiros ônibus chegam em setembro e outros 30 no ano que vem. Foto: Divulgação Volvo
As primeiras unidades dos ônibus híbrido da Volvo devem circular na cidade de Curitiba, no Paraná, na Linhas Interbairros I e em serviços bairro a bairro. Os trinta primeiros ônibus chegam em setembro e outros 30 no ano que vem. Foto: Divulgação Volvo
Adamo Bazanijornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Fonte: http://onibusbrasil.com/
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário