quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

São Bernardo do Campo deve ter sistema de ônibus inteligente


Pelo menos dois dos 12 corredores de ônibus previstos pela Prefeitura de São Bernardo do Campo terão sistemas óticos de alinhamento dos veículos às guias
ADAMO BAZANI – CBN
Ônibus municipal de São Bernardo do Campo. Cidade terá a partir de 2013, doze corredores de ônibus para melhorarem os transportes públicos e ampliarem velocidade operacional dos ônibus. Pelo menos dois corredores devem ter sistemas óticos de alinhamento dos veículos às guias de forma automática. Foto: Adamo Bazani
Ônibus municipal de São Bernardo do Campo. Cidade terá a partir de 2013, doze corredores de ônibus para melhorarem os transportes públicos e ampliarem velocidade operacional dos ônibus. Pelo menos dois corredores devem ter sistemas óticos de alinhamento dos veículos às guias de forma automática. Foto: Adamo Bazani
Sistema muito usado nos principais corredores de ônibus do mundo deve estar presente em pelo menos dois dos doze espaços previstos para ficarem prontos a partir de 2013, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.
O secretário de Transportes e Vias Públicas de São Bernardo, Oscar Silveira Campos, anunciou que os corredores Alvarenga e João Firmino vão ter em alguns trechos sistemas óticos para alinharem os veículos às guias.
Os ônibus serão alinhados automaticamente por sensores na pista, nas guias e nos veículos, independentemente da ação do motorista, que neste momento apenas faz o veículo parar ou andar. A direção fica por conta do sistema.
Nos demais trechos sem o sistema óptico, a condução será convencional.
Apesar de os custos serem considerados altos, na visão do secretário valem a pena por melhorarem o atendimento, reduzirem os riscos de acidente e aumentarem a velocidade comercial dos serviços de ônibus.
O sistema também poupa espaço urbano. Os corredores podem ser mais estreitos nos trechos, com menos área de segurança, pelos riscos de falhas serem menores em comparação à condução convencional.
Uma das indicações das guias é para ônibus de grande porte,como articulados e biarticulados, cujas habilidades dos motoristas devem ser maiores.
O intuito de São Bernardo do Campo é modernizar os transportes municipais por ônibus, com faixas exclusivas, e corredores BRT – Bus Rapid Transit, com estações que permitem embarque no mesmo nível do assoalho do ônibus, proteção para o passageiro do clima, pagamento da tarifa antes do embarque no veículo e sistemas com painéis eletrônicos de informação, com dados sobre as linhas, horários, itinerários e previsão de quanto os ônibus vão demorar para chegarem às estações, isso devido ao sistema de GPS e monitoramento de frota.
O secretário Oscar Silveira Campos esteve na França para verificar o funcionamento do sistema, que já existe no Brasil.
Ele não descarta que outros corredores, além do Alvarenga e João Firmino, contem com a tecnologia. Mas isso vai depender de estudos de viabilidade econômica e técnica.
Adamo Bazanijornalista da Rádio CBN, especializado em transportes
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário