quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Transporte coletivo: modernização vai beneficiar passageiros


Com a licitação do transporte coletivo que será realizada em Campos, a população terá interligação de linhas e uma frota moderna. A Prefeitura de Campos, através do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), já lançou novo edital, publicado na sexta-feira (16) no Diário Oficial do Município, para que todas as linhas de ônibus de Campos sejam reformuladas, o que vai garantir maior conforto, agilidade e segurança aos passageiros, sem alterar o preço da passagem social de R$ 1 para quem tem o Cartão Campos Cidadão.

A licitação será realizada na modalidade concorrência pública, cujo objetivo é a concessão da exploração e prestação do serviço de transporte coletivo de passageiros. A reformulação já sai adaptada à proposta que reduz a carga tributária de empresas do transporte público urbano e intermunicipal, aprovada em primeiro turno pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), do Senado.

Os interessados deverão entregar os envelopes no dia 7 de outubro, às 9h30, à Comissão Permanente de Licitações, no Centro Administrativo José Alves de Azevedo, sede da Prefeitura de Campos. “Esta etapa é de fundamental importância para a modernização do transporte coletivo de Campos, dessa forma, atendendo cada vez melhor a população”, destacou o presidente do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), Álvaro Oliveira, acrescentando que, além da equalização da tarifa para todo o município, também está sendo implementada uma nova tecnologia de bilhetagem e acompanhamento de ônibus.
 
De acordo com o presidente do IMTT, serão licitados três lotes, com 125 ônibus em cada um, e todos os veículos novos e com acessibilidade. Segundo a presidência do órgão, algumas linhas chamadas de troncal ou estruturadoras ligarão um bairro ao outro, sem que seja necessário passar pelo Centro. Já as linhas radiais, são as que ligam um determinado bairro ao Centro. Há também as linhas diametrais, que ligam dois bairros, mas podem ou não passar pelo Centro ou próximo.

- Os coletivos poderão até ter ar condicionado, mas a decisão caberá à empresa responsável por operar a linha, pois não há esse tipo de exigência na licitação - frisou o presidente do IMTT, lembrando que a tarifa passará a ter um valor padrão em todo o município, sem alterar o valor para o usuário de transporte coletivo, que desde 2009, paga R$ 1 com o cartão Campos Cidadão, gerando economia e oportunidades iguais de emprego a todos. 

O programa também permitiu a renovação da frota, que reduziu de 11,6 anos, predominante em 2008, para 5,9 anos, atualmente.  Deste total, 33% dos veículos contam com acessibilidade. Atualmente, as 13 empresas de ônibus existentes no município contam com um total de 306 coletivos.

O Programa Campos Cidadão da Prefeitura de Campos paga às empresas de ônibus do município o valor restante da passagem, que na área urbana é de R$ 1,60. Ou seja, o passageiro ao apresentar o Cartão Campos Cidadão, paga somente R$ 1, mas os R$ 0,60 restantes saem dos cofres públicos. O sistema é o mesmo para as linhas que servem aos distritos do interior.  “Em Santo Eduardo, por exemplo, cada morador pagava R$ 11,50 para vir ao Centro e o mesmo valor para voltar. Hoje, ele só precisa de R$ 2 para ir e voltar”, ressalta Álvaro.


Fonte: Prefeitura de Campos
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário