sábado, 18 de janeiro de 2014

Motorista de ônibus agride adolescentes com soco e mordida

A mãe das crianças que é cadeirante também foi arrastada por quatro metros

agressão 1501 2

agressão 1501

Na manhã desta quarta-feira (15/01) um motorista da empresa Geratur que faz a linha Centro/Ururaí foi acusado de agredir dois adolescentes após uma discussão.
De acordo com a mãe das crianças R.A.P., de 48 anos, eles entraram no coletivo normalmente com destino à Tapera, quando estavam na Avenida 28 de Março, próximo ao Estádio do Americano, a porta do coletivo emperrou e não quis abrir. Em razão disso, as crianças acharam o fato engraçado e deram risada.
Segundo ainda a mãe, o motorista do ônibus não gostou e começou um desentendimento apenas verbal, que logo, aparentemente havia sido encerrado. Ao chegar no local em que iam desembarcar, o motorista voltou a questionar a ação das crianças como falta de respeito, mas o menino C., de 14 anos, disse que só achou engraçado, mas não teria faltado com respeito. No calor da discussão, o adolescente apontou para o motorista, que imediatamente mordeu seu dedo. A menina, C. de 10 anos, ao tentar defender o irmão, acabou sendo agredida com um soco no rosto, também dado pelo motorista.
A mãe das crianças que é cadeirante se pendurou na barra de ferro no lado externo do coletivo para impedir que o motorista fugisse, mas ele não parou e arrastou a mulher por mais ou menos quatro metros.
A família foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para exame de Corpo de Delito.
O motorista C.M., segundo informações, foi transferido para outra linha, já que segundo a família, é a segunda vez que é agredida pelo mesmo. As vítimas informaram ainda que o agressor não é bem quisto por moradores da localidade. O caso foi registrado na 134ª DP/Centro.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário