quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Funcionários da BK Transportes cruzam os braços por pagamento atrasado


Empresa assumiu a Tamandaré, que também teve problemas com funcionários
 Vagner Basilio

Empresa assumiu a Tamandaré, que também teve problemas com funcionários

Funcionários que prestam serviço para empresa BK Transportes Ltda, em Campos, paralisaram as atividades na tarde desta quarta-feira (14/08). Eles alegam falta de pagamento. A BK assumiu as linhas que eram da Viação Tamandaré após o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) decretar situação de emergência na área de transporte coletivo no dia 19 de julho deste ano. 
Como forma de protesto, cobradores e motoristas recolheram, desde as 16h desta quarta, os coletivos para a garagem da empresa, que fica no bairro Pecuária. Segundo os funcionários, eles estão com salário de junho atrasado, e boatos davam conta de que a BK transporte só pagaria o valor referente aos dias trabalhados de 23 a 31 de julho deste ano. 
Segundo o cobrador Leandro Barreto, de 23 anos, a empresa se reunião com os funcionários manhã desta quarta-feira, tentando encontrar uma solução para o problema, mas como não chegaram a um acordo a categoria decidiu paralisar as atividades. 
Ainda de acordo com Leandro, na reunião feita na parte da manhã, representantes da BK Transportes teriam alegado que o pagamento não foi feito porque a Prefeitura de Campos ainda não havia repassado à empresa a verba referente ao subsídio do Programa Cartão Cidadão. 
O gerente da empresa BK Transportes, Cristiano Dias, explicou que o contrato assinado pela empresa com a IMTT ocorreu no dia 23 de julho e desde então a BK resolveu desmembrar os contracheques dos funcionários. 
“Dessa forma a BK assumiu o pagamento do dia 23 a 31 de julho e a dívida anterior ficou a cargo da Tamandaré, que não cumpriu com o acordo”, explicou Cristiano.
Após a manifestação, funcionários se reuniram com representantes da BK Transportes que realizou o pagamento dos dias trabalhados (23 a 31 de julho) e ainda disponibilizou um vale no valor de R$ 400. 
Ainda segundo Cristiano, ficou acordado que os dias trabalhados antes do contrato assinado pela BK e IMTT, também serão pagos pela empresa e não mais pela Tamandaré. 
Sobre o repasse do subsídio do Programa Cartão Cidadão, o gerente informou que este será feito pela Prefeitura a partir do dia 23 de agosto, quando completa um mês de serviço prestado pela empresa ao município. 
A BK conta com aproximadamente 150 funcionários e deve estar colocando em circulação mais 80 ônibus.   
A equipe de reportagem do Site Ururau entrou em contato com assessoria de imprensa da Prefeitura, que informu a direção técnica da IMTT, estava se dirigindo a empresa para saber verificar pessoalmente a situação. 
Os funcionários da BK Transportes retomaram os trabalhos por volta das 19h. 
Fonte: Ururau
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário